EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Organização de Apoio à Vítima apresenta queixa na cidade Estugarda, Alemanha

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Organização de Apoio à Vítima apresenta queixa na cidade Estugarda, Alemanha Empty Organização de Apoio à Vítima apresenta queixa na cidade Estugarda, Alemanha

Mensagem por Kristy123 em Sex Ago 09 2019, 14:48


ORGANIZAÇÃO DE APOIO À VÍTIMA APRESENTA QUEIXA NA CIDADE DE ESTUGARDA, ALEMANHA
Queixa contra as Testemunhas de Jeová por alegada fraude.


Os membros de uma organização de proteção às vítimas apresentaram uma queixa contra os membros dirigentes das Testemunhas de Jeová, na sede da polícia de Estugarda, na Alemanha.

A organização acusa a comunidade religiosa de fraude processual. O texto da queixa encontra-se disponível no website do canal SWR. A organização de proteção às vítimas "Jehovah's Witnesses Opfer Hilfe" acusa os responsáveis da comunidade religiosa fundamentalista cristã de fraude, por terem enganado as autoridades alemãs em tribunal. Está em causa o processo que envolve o reconhecimento das Testemunhas de Jeová como empresa pública privilegiada pelo Estado.

No estado federado de Baden-Württemberg, esse reconhecimento foi concedido em 2015. Até á conclusão deste processo as Testemunhas de Jeová tiveram de se submeter a vários procedimentos legais ao nível do Estado central, em Berlim.

Testemunhas de Jeová exercem pressão sobre os seus membros
Dois dissidentes desta organização religiosa, Bernd Bochow e Udo Obermayer, justificam as acusações criminais, invocando alguns pontos em as Testemunhas de Jeová terão deliberadamente prestado falsas declarações perante as autoridades, citando, entre outros, o facto de exercerem ilegitimamente chantagem de excomunhão sobre os membros caso estes continuem a manter contato com ex-testemunhas de Jeová.

Isso viola a proteção do casamento e da família, exigida pela Lei Básica. No tribunal, as Testemunhas de Jeová teriam apresentado este assunto de maneira a ocultar esta violação da lei das autoridades decisórias. Além disso, os representantes da organização de proteção às vítimas "Jehovah's Witnesses Opfer Hilfe" afirmam que os membros da comunidade religiosa são ilegitimamente pressionados a recusar transfusões de sangue em caso de eventos médicos que ameaçam a vida, pondo em risco a sua integridade física. Além disso, o abuso sexual de menores dentro da comunidade das Testemunhas de Jeová, é frequentemente ocultado e a sua denúncia às autoridades desencorajada; é prática da liderança das Testemunhas de Jeová tratar esta situação internamente como um mero pecado, e não como um crime, punindo eclesiasticamente o ofensor no seio da comunidade apenas se a vítima do abuso puder apresentar uma segunda testemunha ocular do abuso.

Dissidentes: tem que se ver o que se passa nos bastidores
Os representantes da Associacao "Jehovah's Witnesses Opfer Hilfe" disseram ao canal SWR que uma organização como as Testemunhas de Jeová na Alemanha não deve usufruir de reconhecimento legal do Estado. Bernd Bochow disse: "Se examinarmos o que se passa nos bastidores da comunidade das Testemunhas de Jeová e compararmos com o que foi declarado por eles em Berlim, no processo de atribuição do reconhecimento legal dado à entidade jurídica que representa a comunidade religiosa, só podemos concluir que houve fraude deliberada; então surge a questão: Quer ou não o Estado de direito, depois de todos esses anos, ver o que se passa realmente nos bastidores desta comunidade religiosa?"

Testemunhas de Jeová rejeitam as alegações
A filial alemã das Testemunhas de Jeová em Selters, Hessen, rejeitou estas alegações em declarações escritas ao canal SWR. As Testemunhas de Jeová na Alemanha alegam que nos processos estiveram até agora certas em todos os pontos em questão. Alegam que os membros das Testemunhas de Jeová são inteiramente livres para decidir com quem querem manter o contato, se querem apresentar uma queixa às autoridades em caso de abuso sexual, ou que tipo de tratamento médico procuram e aceitam. No entanto, ressalvam, tudo o que fazem é literalmente, a "implementação do que é prescrito pela Bíblia".

Fontes:
https://www.swr.de/swraktuell/baden-wuerttemberg/Strafanzeige-wegen-Prozessbetrugs-gegen-Zeugen-Jehovas,zeugen-jehovas-104.html

https://swrmediathek.de/player.htm?show=70555ea0-9cfe-11e9-a7ff-005056a12b4c&fbclid=IwAR2mS-GwoV94_ezkCtjAX9J1huUBbsFp2hrb-19DPuoRwD2l_hJHEzeQfZs

http://jw.help/?fbclid=IwAR3sohOsvUizDC-XOTTA_MV6IkA11JGR0K1vkH9wEPJP8E1-E4LRNvA2XqQ
Kristy123
Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4704
Likes : 259
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 100
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum