EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

A morte sempre à espreita...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A morte sempre à espreita... Empty A morte sempre à espreita...

Mensagem por Altar em Sab Maio 11 2019, 15:08

O meu pai morreu o ano passado, ia fazer 90 anos, já estava acamado há algum tempo, ele já nem tinha noção de nada

quando uma pessoa já é de certa idade, mesmo que seja familiar próximo, aceitamos como uma inevitabilidade porque a vida é assim mesmo

mas quando uma pessoa é jovem dói, esta semana morreu um colega meu, era pouco mais velho que eu, devia ter uns 55/56, morreu de cancro do pâncreas

em 4 meses foi-se

uma vez alguém disse que morrer de cancro é a melhor morte possível porque dá tempo para nos despedirmos dos entes queridos, até para nos reconciliarmos com os outros, tipo como se fosse Deus a dar-nos algum tempo para isso mesmo

mas é duro tanto para quem recebe uma sentença de morte como para quem fica, cancro é mesmo uma sentença de morte salvo raras excepções

eu quase de certeza que vou morrer desta maldita doença pelo historial da minha família, avós e tios morreram todos de cancro, o meu pai por acaso não

é o corpo que se revolta contra nós próprios, a vida não pode ser simplesmente isto e mais nada




Altar
Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1926
Likes : 58
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 49
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A morte sempre à espreita... Empty Re: A morte sempre à espreita...

Mensagem por Vermute Rossi em Dom Maio 12 2019, 08:17

@Altar escreveu:O meu pai morreu o ano passado, ia fazer 90 anos, já estava acamado há algum tempo, ele já nem tinha noção de nada

quando uma pessoa já é de certa idade, mesmo que seja familiar próximo, aceitamos como uma inevitabilidade porque a vida é assim mesmo

mas quando uma pessoa é jovem dói, esta semana morreu um colega meu, era pouco mais velho que eu, devia ter uns 55/56, morreu de cancro do pâncreas

em 4 meses foi-se

uma vez alguém disse que morrer de cancro é a melhor morte possível porque dá tempo para nos despedirmos dos entes queridos, até para nos reconciliarmos com os outros, tipo como se fosse Deus a dar-nos algum tempo para isso mesmo

mas é duro tanto para quem recebe uma sentença de morte como para quem fica, cancro é mesmo uma sentença de morte salvo raras excepções

eu quase de certeza que vou morrer desta maldita doença pelo historial da minha família, avós e tios morreram todos de cancro, o meu pai por acaso não

é o corpo que se revolta contra nós próprios, a vida não pode ser simplesmente isto e mais nada


Eu não sei se existe algo para além desta vida. Mas sei perfeitamente que acreditar em algo, seja o que for e por mais cientificamente ou logicamente absurdo que possa parecer a muitos, é uma forma de aliviar a nossa existência sofredora neste mundo que nos dá mais sofrimento do que prazer de viver. Eu não sei em que circunstancias Blaise Pascal terá dito que não fazia sentido acreditar num Deus, mas que não perderia nada em acreditar, mas a realidade é...porque não, se sentirmos que precisamos disso? Afinal, imensos fenômenos "espirituais" nao tem explicação cientifica até hoje, portanto seria um pouco redutor descartarmos toda e qualquer experiencia pessoal nesse sentido. Uma espiritualidade que nos faça bem pode contribuir para sermos mais felizes, e vivermos uma vida mais plena, e dar uma chapada de luva branca às doenças, por muitas duras que elas possam ser. Morrer com esperança é morrer, de uma certa forma, com uma felicidade à espreita.


" O fanatismo atinge tanto aquele que professa cegamente uma crença infundada cientificamente como aquele que não consegue ver além do livro de ciência que tem à sua frente."
Vermute Rossi
Vermute Rossi
Membros
Membros

Mensagens : 420
Likes : 90
Data de inscrição : 30/06/2016
Idade : 27
Localização : Centro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A morte sempre à espreita... Empty Re: A morte sempre à espreita...

Mensagem por Altar em Dom Maio 12 2019, 17:17

@Vermute Rossi escreveu:

Eu não sei se existe algo para além desta vida. Mas sei perfeitamente que acreditar em algo, seja o que for e por mais cientificamente ou logicamente absurdo que possa parecer a muitos, é uma forma de aliviar a nossa existência sofredora neste mundo que nos dá mais sofrimento do que prazer de viver. Eu não sei em que circunstancias Blaise Pascal terá dito que não fazia sentido acreditar num Deus, mas que não perderia nada em acreditar, mas a realidade é...porque não, se sentirmos que precisamos disso? Afinal, imensos fenômenos "espirituais" nao tem explicação cientifica até hoje, portanto seria um pouco redutor descartarmos toda e qualquer experiencia pessoal nesse sentido. Uma espiritualidade que nos faça bem pode contribuir para sermos mais felizes, e vivermos uma vida mais plena, e dar uma chapada de luva branca às doenças, por muitas duras que elas possam ser. Morrer com esperança é morrer, de uma certa forma, com uma felicidade à espreita.

concordo contigo

é tudo tão perfeito, se tudo fosse consequência dos acasos e aleatoriedades deveria haver formas de vida muito estranhas e bizarras, contudo olhamos e vemos que todos os seres têm orelhas, boca, olhos e membros...parece haver uma ordem, uma coerência misteriosa. O único período onde pareceu haver seres mais estranhos foi no tempo dos dinossauros, e mesmo assim não eram tão bizarros, mas parece que alguém estabeleceu a ordem da evolução

tudo tão misterioso no universo, todas as fórmulas da física que foram descobertas mas não foram inventadas, fórmulas que transcrevem um pensamento de Deus que fazem sentido ( citação de um dos maiores matemáticos - Srinivasa Ramanujan )

não sei quem é Deus, nenhuma religião O pode explicar plenamente e sem erros, mas eu acredito que exista porque é tudo tão perfeito e tão matematicamente ordeiro



Altar
Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1926
Likes : 58
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 49
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A morte sempre à espreita... Empty Re: A morte sempre à espreita...

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum